PALMEIRA DAS MISSÕES | 28/11/2017
Estagiários se reúnem com prefeito para tratar sobre pagamentos atrasados


Na manhã desta terça-feira (28/11), estagiários da Prefeitura Municipal de Palmeira das Missões estiveram reunidos no gabinete com o prefeito municipal Eduardo Freire e o procurador do município Jorge Adones e funcionários do setor de pessoal e estágio.

O motivo foi o atraso, desde agosto deste ano, da remuneração do estágio no valor de R$ 760,00 (setecentos e sessenta reais), que multiplicados pelo número de 55 estagiários resulta no valor de R$ 41.800,00 mensais. Segundo informações, os mesmos diversas vezes pediram verbalmente para secretários responsáveis que fosse tomada alguma medida para o pagamento dos salários atrasados, mas ações ainda não foram verificadas e repostas concretas não foram dadas.
Na reunião o prefeito Eduardo Freire explicou sobre a situação:

- Semana passada o nosso contador esteve em Porto Alegre para tentar resolver esta questão do pagamento, nós temos um problema orçamentário que extrapolou a dotação com relação a folha dos estagiários, temos que fazer uma transposição de recursos para não comprometer a questão do 13º salário que é lei. Esta transposição de recursos precisa passar por uma comissão da saúde (recursos da saúde serão usados), foi isso que encaminhamos, estamos preocupados com a situação e uma parte técnica está mobilizada para viabilizar. Estivemos reunidos com os secretários e informamos que a prioridade é a folha de pagamento dos servidores de carreira, a folha dos estagiários e o plantão do hospital, os fornecedores vão ter que esperar.

Além disso, o prefeito também comentou sobre as dificuldades que o Executivo vem enfrentado neste ano e deu uma previsão de pagamento dos atrasados:

- Estamos com extremas dificuldades, tinha perspectiva de melhora e não se concretizou, temos mais de 30% de inadimplência no IPTU, tanto que abrimos uma nova campanha para que saldassem, ITR era para ter aumentado em 25% mas declarações não vieram, ITBI temos seis vezes menos que o ano passado porque tem baixa negociação de imóveis na cidade, até dois meses atrás no setor de ICMS se registrava R$ 160 milhões negativo das grandes empresas de Palmeira, semana retrasada tínhamos uma receita de R$ 638 mil para entrar e entrou R$ 288 mil porque houve um desconto antecipado do Plano IPE. A situação é ruim, fora isso teríamos o recurso para pagar duas folhas até semana que vem, e foi o que atrapalhou e teve acúmulo de 3 folhas atrasadas. A previsão é que antes do dia 10 vamos fazer o pagamento de duas ou três folhas.

Ainda, foi comentado que a partir de janeiro haverá uma reavaliação prevendo uma diminuição no número de estagiários para que não aconteça o atraso de pagamento.

Eduardo Ardenghi/A Madrugada.

fotos desta notícia



comentários
Clique para comentar

enviar comentário