Inter se despede da Série B com vitória sobre Guarani | 25/11/2017
Inter se despede da Série B com vitória sobre Guarani


Para nunca mais viver. Esta é a lição que fica para o Inter sobre a Série B. Com o acesso garantido, o Colorado venceu o Guarani por 2 a 0 na tarde deste sábado, no estádio Beira-Rio. O destaque do jogo foi o uruguaio Nico López, que marcou os dois gols da equipe gaúcha. Por conta da vitória do América-MG sobre o CRB, o time de Odair Hellmann ficou sem o título da Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.

Inter domina e Nico brilha no primeiro tempo

O bota-fora do Inter da Série B começou muito diferente das partidas anteriores, que levaram o Colorado ao acesso para a Série A. O time escalado por Odair Hellmann entrou leve, sem o peso da necessidade de vencer. Isto fez com que o desempenho coletivo e individual se sobressaísse diante do Guarani.
Os primeiros minutos, porém, foram de Inter ainda sonolento. O Guarani, que não corre risco de rebaixamento e nem luta para classificar, foi ousado e até chegou a assustar, principalmente com as escapadas de Bruno Mendes, pela direita. Aos quatro minutos, ele apareceu livre e cruzou para Richarlyson. O meia-atacante entrou na corrida e chutou e quase abriu o placar no Beira-Rio.

Mais tarde, Bruno Mendes apareceu novamente pela direita e fez um novo cruzamento, mas dessa vez, ninguém do Guarani aproveitou. O Inter começou a dominar o jogo a partir dos 10 minutos, quando começou a avançar as suas linhas. Seis minutos depois, a mudança de postura surtiu efeito. Pottker foi lançado dentro da área na direita, se livrou do zagueiro e cruzou rasteiro para Nico López abriu o placar. Com o 1 a 0, o Inter ficava perto do título e precisaria apenas do tropeço do América-MG contra o CRB para levantar a taça.

O gol deu tranquilidade ao Inter e freou as tentativas de contra-ataque do Guarani. O time de Campinas começou a errar em demasia e o Inter se aproveitava disso, principalmente quando Camilo e D\'Alessandro trocavam figurinhas no meio-campo. Aos 26 minutos, o Colorado ampliou o placar numa linda jogada protagonizada pela dupla. D\'Ale pegou a bola na intermediária e lançou Camilo dentro da área. O meia cabeceou a bola para Nico, que ajeitou para a perna esquerda e fez 2 a 0.

A partir da vantagem, o Inter decidiu arrefecer o ritmo e tocar mais a bola. A iniciativa de jogar no erro do Guarani funcionou o suficiente para levar o placar de 2 a 0 até o fim do primeiro tempo, em uma tarde que só valia para algo que fosse além do acesso: o título.

Inter administra e se despede da B

Depois de um primeiro tempo em que foi dominado, o Guarani decidiu reagir contra o Inter e arregaçou as mangas logo no início da etapa complementar. Aos cinco minutos, Luiz Fernando fez boa jogada pela meia-esquerda e arriscou de fora da área. A bola encobriu Danilo Fernandes e bejiou o travessão.

Aproveitando a falta de ofensividade do Inter no segundo tempo, o Guarani assustou mais uma vez em uma cobrança de falta. Aos 12 minutos, Dener recebeu dentro da área e bate forte, cruzado, para uma grande defesa de Danilo, que deu rebote e foi obrigado a afastar a bola com os pés.

O jogo mudou de panorama aos 25 minutos, quando Philipe Maia foi expulso do jogo. O zagueiro cometeu falta em cima de D\'Alessandro na intermediária e, como já tinha um amarelo, recebeu uma nova advertência e o cartão vermelho. Aos 27, o Inter criou a chance que poderia transformar o placar em goleada. D\'Alessandro fez um lindo lançamento para Pottker, que ajeitou a bola para Edenilson. O volante se livrou da marcação e bateu forte, mas o chute foi para fora.

Jogo ficou fraco tecnicamente, com o Inter tentando buscar o terceiro e o Guarani tentando evitar um novo tento. O Colorado só voltou a assustar já no final da partida, quando Winck invadiu a área a dribles e desequilibrado bateu para fora.

A partida se encaminhou para o fim e terminou sem o título para o Inter. Se a taça não virá para o armário, fica o aprendizado para o clube que viveu dois anos em sofrimento e agora está de volta à elite do futebol brasileiro para, quem sabe, escrever novos capítulos vitoriosos da sua história.

Brasileirão Série B 2017 - 38ª rodada

Inter 2

D. Fernandes, Cláudio Winck, Thales, Cuesta, Uendel, R. Dourado, Edenilson, D’Alessandro, Camilo (Carlos), Nico López (Roberson), William Pottker. Técnico: Odair Hellmann

Guarani 0

Vágner; Bruninho, Philipe Maia, Diego Jussani, Salomão; Baraka, Evandro, Denner e Luiz Fernando (Vitor); Richarlyson e Bruno Mendes.Técnico: Lisca

Gols: Nico López, aos 16 e aos 26/1º;

Cartões Amarelos: Cuesta (I); Rodrigo Dourado (I); D\'Alessandro (I); Philipe Maia (G);

Cartão Vermelho: Philipe Maia (G).

Árbitro: Rodolpho Marques (PR)

Local: estádio Beira-Rio.


fonte: Correio do Povo.


comentários
Clique para comentar

enviar comentário