BLOG DO TOB_HÁ SERES INTELIGENTES EM MARTE | 02/03/2017
HÁ SERES INTELIGENTES EM MARTE


Texto 54
BLOG DO TOB
HÁ SERES INTELIGENTES EM MARTE
-Uma história para descontrair,(parte 3).


Thomas Michell, o personagem desta história, está compartilhando as atividades com os demais seres de Marte. São altamente inteligentes, suas técnicas espaciais são avançadas. Há grupos pesquisando o espaço, e Thomas está acompanhando as pesquisas, vistoriando planetas de outras galáxias. Muito curioso, vê outros planetas juntamente com uma colega, uma bela jovem marciana, cuja aparência lembrava as asiáticas pelos seus olhos pequenos. São parceiros nessa investigação, em que veem imagens de outros sistemas, dos quais continuamente partem imagens de drones, que foram enviados com o intuito de vigilância. Um desses planetas já esteve em guerra com Marte. Foi uma guerra sangrenta, morreram muitos, e muitas cidades foram destruídas. No final, os marcianos venceram. No entanto, todo cuidado ainda é pouco, e por isso as observações continuam. Os drones trazem informações desse planeta que chamavam de Thor, e também de outros, através da trajetória dos pequenos drones.
Nos intevalos, Thomas e sua colega, a que chamava de Ioko, a convite dela, vão ver outras instalações. São locais que possuem naves de guerras preparadas para as eventualidades, para possíveis guerras. Após o término do trabalho, vão para seus apartamentos, em prédios na forma de cúpulas, com dezenas de espaços para descanso. Logo acariciam-se, e não podia ser diferente, pois ela é linda, e Thomas, carente ­ dá tudo certo entre eles. Após conversas descontraídas, vão para uma espécie de boate, dançam músicas suaves, e ela demonstra toda sua sensualidade. “Essa música... é igual a de vocês?” Pergunta ela. “É um pouco diferente,” responde Thomas, “mas dá para acompanhar. É suave, romântica.” Por momentos, Thomas esquece que está longe da terra, em meio a um povo estranho, o cenário da boate é tudo o que ocupa a sua mente. Luzes coloridas nos cantos, tipos diferentes de sofás, flores vermelhas e verdes. Ela percebe o olhar de seu companheiro. “Gostou?” pergunta. “É lindo,” diz Thomas, “as luzes são bonitas, coloridas, tudo é lindo.” Após dançarem mais uma música, ela o convida para voltar ao seu apartamento. Amanhã eles precisam retomar as suas observações. “Sim, vamos,” concorda ele, “amanhã quero lhe mostrar algo estranho. Não tenho como confirmar, mas acho que há algo de estranho nas informações do drone que circunda o planeta Thor.”



obs:Capitulos anterioress no site.



comentários
Clique para comentar

enviar comentário