Final da Copa de 2022 será em cidade que ainda não existe | 08/07/2018
Lusail é um projeto do Catar que está em construção e terá o estádio da decisão


A organização da Copa do Mundo do Catar, em 2022, não está preocupada em economizar. Tanto que resolveu construir não apenas o estádio que receberá a final do torneio, mas também toda a cidade a sua volta. Com custo previsto de incríveis US$ 45 bilhões (R$ 176,4 bilhões), a cidade de Lusail sairá do papel em meio a uma região vazia ao norte de Al Daayen e a 23 quilômetros da capital Doha. A base da cidade deve estar pronta até 2020.
O Lusail Iconic Stadium, com capacidade prevista para 86,25 mil pessoas e escolhido para a final, é apenas um dos atrativos para a nova cidade.

A estimativa do governo catari é construir infraestrutura capaz de receber 250 mil habitantes nos 38 quilômetros quadrados de área. O local terá espaços residenciais, resorts, distritos comerciais, shoppings, centros de lazer, um campo de golfe e várias outras instalações.
O projeto foi iniciado em 2004, seis anos antes de o Catar ganhar o direito de receber a Copa. Obviamente, a definição do país para o Mundial de 2022 acelerou os planos. Além dos 250 mil habitantes, o município poderá receber 190 mil trabalhadores em escritórios e 60 mil trabalhadores na área do varejo. Um dos distritos da cidade será destinado à mídia, especialmente pensado para a cobertura internacional da Copa. A rede hoteleira também foi uma das prioridades, com 22 hotéis já em funcionamento ou em construção — e, como a localidade ainda não opera plenamente, a rede tem atendido prioritariamente as necessidades de Doha.


fonte: gauchagzg/clic rbs


comentários
Clique para comentar

enviar comentário