Contas de 2017 do Inter são aprovadas com ressalvas | 12/06/2018
Contas de 2017 do Inter são aprovadas com ressalvas


Reunido na noite de segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Inter aprovou as contas do primeiro ano da gestão de Marcelo Medeiros. Porém, por recomendação dos próprios dirigentes colorados, e também do Conselho Fiscal, o CD apontou ressalvas às contas de 2017 exclusivamente pelo atraso que houve na apresentação do balanço para os conselheiros.

“Contratamos uma das maiores empresas de auditoria do mundo, que fez uma análise minunciosa nas contas como jamais houve na história do clube. Mas isso acabou atrasando todo o processo. Nós mesmos sugerimos as ressalvas”, afirmou o presidente do Inter, Marcelo Medeiros.

Na próxima sexta-feira, o CD volta a se reunir, desta vez para analisar o balancete dos primeiros quatro meses de 2018. Os números enviados aos conselheiros, aos quais o CP teve acesso, mostram que as finanças do clube começam a recuperar-se. O futebol, por exemplo, incluindo salários, direitos de imagem, logística e todos os demais materiais, gastou só R$ 63 milhões (R$ 8 milhões menos do previsto). O déficit do período foi de R$ 6,6 milhões, bem menor que os R$ 13,6 milhões projetados.


comentários
Clique para comentar

enviar comentário