PALMEIRA DAS MISSÕES | 07/06/2018
Governo libera mais de R$ 660 mil para obras de reforma na escola Borges do Canto, de Palmeira das Missões


O Governo do Estado liberou na segunda-feira, 4, recursos na ordem de R$ 668.772,89 para execução em caráter emergencial de obra no Instituto Estadual de Educação Borges do Canto, de Palmeira das Missões. A liberação permitirá a reforma de cobertura, rede elétrica, entre outras melhorias de infraestrutura e segurança para os estudantes.

A execução das obras de reforma é de responsabilidade da empresa ENGECOM Empreendimentos Imobiliários LTDA que se encontra instalada no local e já iniciou os serviços na terça-feira, 5. O prazo para conclusão da obra é de 180 dias, a partir dessa data.

A coordenadora da 20ª Coordenadoria Regional de Educação, Ana Jossade Félix Vieira, juntamente com o coordenador da 23ª Coordenadoria Regional de Obras de Carazinho, Nicolas Sbruzzi Godoi, a diretora Mara Rosangela Donatti, o chefe do Financeiro, João Garibaldi Fagundes e o responsável pelo setor de Obras na 20ª CRE, Paulo Oliveira, visitaram a escola e conversaram sobre a execução dos recursos.

- O inicio da obra é um importante passo para a escola voltar à normalidade e com uma educação de qualidade que é a marca do Instituto Borges - avalia a coordenadora Ana Jossade.

A professora ainda destaca que o recurso de R$ 150 mil que se encontra depositado na conta da escola, desde de julho de 2017, poderá ser utilizado para reformas de obras nos banheiros, na quadra de esporte, no pátio entre outras instalações, bem como pintura de forro e paredes.

Enquanto seguem os trabalhos de reformas na Escola os alunos, professores e funcionários têm continuidade do ano letivo no Campus da UPF de Palmeira das Missões, através de um termo de cedência entre a Universidade e a Secretaria Estadual da Educação.

A instituição foi beneficiada com reforma geral nas instalações, com investimentos que somam mais de R$ 800 mil, por meio de recursos oriundos do Governo do Estado e por meio de uma uma parceria entre o Governo do Estado e Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird).


Crédito: Jô do Carmo - ACS/20CRE/Seduc

fotos desta notícia



comentários
Clique para comentar

enviar comentário