BLOG DO TOB | 24/03/2018
QUAL O SEU PRESIDENTE?


QUAL O SEU PRESIDENTE?
Complicado, mas acredito que a maioria da população brasileira não sabe ainda qual vai ser o seu candidato a presidente da República, pode isto? É claro que não, e sei que muitos não sabem qual o seu partido agora, pois todos foram paras as cucuias, todos pegaram um dinheirinho extra e adeus povo! Eles estão bem, com uma grana guardada nos cofres dos bancos brasileiros e estrangeiros, futuro garantido. Esses que pegaram sua grana estão com a consciência tranquila, tudo que é comum, vira coisa comum, não é mais pecado! Não é bem assim, mas é assim que funciona, não existe mais pudor nesse país.
Leio que alguns estão se atirando para concorrer, são peitudos mesmo, eu ficaria quieto, mas querem mais. Temos o Presidente da Câmara dos deputados, Rodrigues Maia, se candidatando, de São Paulo, do PSDB, Governador Alkimim. Todos para obterem alguma vantagem e após o primeiro turno, se houver, aliam-se e com isso obtêm algum cargo. Mas até aí tudo bem, as trocas são normais. Os demais candidatos deixo para relacionar depois, pois afinal não interessa mesmo, agora é só ensaio. Acredito que vamos chegar até os últimos dias para escolhermos um candidato, temos que escolher algum que esteja fora dessas confusões todas, difícil, mas vamos ver no que fica, ou melhor, veremos quando todos se definirem, ver as pessoas que vão concorrer. No PT não visualizo nesse momento algum candidato sério, e pelo PMDB (ou MDB), ao que parece o senhor presidente vai se lançar, será? O fato é que estamos no fim do poço, O país está um caos em todas áreas, a segurança está em primeiro lugar, acho, a saúde, está por aí também, beirando a falência, se é que dá para considerar assim, pois nas principais cidades brasileiras está acontecendo enfrentamentos diretos com a bandidagem no caso na área de segurança, e estes estão levando vantagens, fazendo enfrentamentos diretos, matando pessoas e escapando numa boa. A esperança de termos uma melhoria está nas mãos e armas do exército agora, no entanto precisam de recursos para melhorar os equipamentos de guerra, já que é uma guerra mesmo que está acontecendo, e o senhor presidente oferecendo empréstimos para os estados, discutem como pagar as despesas dos soldados, diárias, é muita pobreza!
Em outros tempos as eleições eram o momento de festa, escolher um novo presidente, um novo governador, deputados, por aí. Agora meus camaradas, é momento para piadas, concordam? Acho que sim, estamos todos decepcionados, tristes por estas situações de fragilidades na nossa democracia. Bem o que fazer? Bem, não adianta chorar o leite derramado, vamos votar, é o nosso momento, escolher alguém sério e depois fiscalizar.


comentários
Clique para comentar

enviar comentário