\"Se Gre-Nal tivesse favorito, seria o Inter, mas não é\", afirm | 08/03/2018
Treinador reconheceu atuação abaixo da média contra São Paulo, mas projetou bom desempenho no clássico


Depois de receber uma homenagem pelos 200 jogos como técnico do Grêmio, Renato Portaluppi já chegou falando de clássico. E, como de costume, empurrou para longe qualquer selo de favoritismo. \"Se tivesse que ter, seria o Inter, mas não é. Tudo pode acontecer\", enfatizou após a vitória sobre o São Paulo, nesta quarta-feira.
\"O Inter é o líder e o Grêmio é o oitavo, mas isso não credencia o Inter como favorito\", reforçou Renato. \"O clássico envolve a superação de vários fatores. Não existe favoritismo. Clássico é clássico\", repetiu o treinador.

Renato salientou que o mais importante será garantir uma boa classificação para o Tricolor na fase decisiva do Gauchão. \"O Gre-Nal vale três pontos também. Além disso, o Grêmio está acostumado a decidir com grandes adversários\", ponderou o comandante gremista. \"O Inter é mais um deles, sempre recebendo muito respeito do Grêmio.\"

Sobre a atuação contra o São Paulo, Renato reconheceu que o time ficou abaixo dos últimos jogos. \"Importante foram os três pontos, mas o Grêmio não fez uma boa partida, principalmente no primeiro tempo\", avaliou. \"Cobrei que, no último passe, a gente estava sempre tomando a decisão errada, comprometendo o ataque da equipe\", definiu.

Fonte: Correio do Povo.


comentários
Clique para comentar

enviar comentário